Brasília nas telinhas

Amor, ambição e vingança são alguns dos sentimentos que circundam a história de O Outro Lado do Paraíso, nova novela da Rede Globo. Parte da trama é inspirada na obra brasiliense Um Soco na Alma, das autoras Beatriz Schwab e Wilza Meireles. Após esgotarem os exemplares da primeira edição, as autoras vão lançar a segunda nesta quinta-feira, 23, das 18h às 21h, na livraria Leitura, do Pátio Brasil. No evento, haverá sessão de autógrafos e coquetel. Para Beatriz Schwab, co-autora do livro, o objetivo da obra é o de ajudar as mulheres vítimas de violência. Sendo assim, ela se sente honrada em ter a obra inspirando parte da trama da novela. “Vai tomar uma dimensão bem maior do que imaginamos. Este é o objetivo: que as mulheres fiquem mais atentas.”

.
Pier 21 recebe novo café que mistura gastronomia e moda

A Confraria celebra seus 20 anos com novidades. A marca de acessórios queridinha internacionalmente abre as portas nesta sexta-feira, 24, no Shopping Píer 21. O espaço Confraria Café Boutique, é um handmade shop e cafeteria que reúne gastronomia e produtos exclusivos. Com 120 m² e 15 mesas, o cardápio tem consultoria do chef Gute, radicado atualmente em Miami, na Flórida, e apresenta croissants, macarrons, pães com fermentação natural, biscoitos de queijo, bolos artesanais, tortas doces (destaque para a Red Velvet com leite Ninho), geleias orgânicas, variedade de cafés e de chocolates quentes ou frios. O espaço também se revelará sazonalmente incubadora para jovens chefs locais, além de abrigar lançamentos de livros, exposições, workshop e consultorias.

.
Política: Indicação x Corrupção

O Governo Federal pratica reformas na Esplanada para emplacar reformas no Congresso.

O presidente Temer precisa dos votos dos parlamentares para aprovar a reforma da Previdência e segue na linha fisiológica dos partidos políticos - cargos e emendas - para conseguir seu intento.

Por mais importante que seja uma reforma estrutural (previdência, tributária, trabalhista, etc) esse não deveria mais ser o modelo vigente na relação entre o Executivo e o Legislativo. 

Na esteira de uma depuração moral na política do país, resta esperar que o Governo Federal elabore critérios mais rigorosos para as futuras indicações partidárias a cargos públicos de relevância, onde tem sido detectada a prática de corrupção sistêmica e endêmica nas investigações da operação Lava Jato.

Os partidos políticos deveriam se limitar a fazer indicações técnicas para esses cargos, com nomes devidamente qualificados e testados com total ‘ficha-limpa’. E ampliando a discussão, os próprios parlamentares deveriam ser impedidos de assumir cargos no Governo, pois foram eleitos para serem representantes populares que, entre suas principais funções, está justamente, a de fiscalizar o Executivo. Como fiscalizar se vira membro?

Atualmente existem 17 parlamentares com cargos no primeiro escalão do Governo.

É preciso combater a corrupção com medidas protetivas e preventivas, ao invés de sempre ficar remediando os ‘mal feitos’. Não adianta mudar os jogadores se as regras do jogo continuarem iguais.

Será mais do mesmo, com raríssimas exceções. Muda Brasil!

.
Novo Ministro?

Está praticamente certa a indicaçao política de líderes da Câmara Federal, em torno do nome do deputado Alexandre Baldy (sem partido - GO) para o Ministério das Cidades.

Sua indicação partiu do líder do PP Artur Lira com apoio do presidente da Câmara Rodrigo Maia.

A imprensa nacional tem batido na tecla que apesar de estar em primeiro mandato, Baldy caminha já para seu terceiro partido (se ingressar no PP será uma média recorde), tendo sido destituído da liderança de um deles neste ano. Além disso, lembra que Baldy figura nos relatórios da ‘CPI do Cachoeira’, de 2012, como “participante do esquema do bicheiro Carlinhos Cachoeira” e, ainda, no da Polícia Federal, à época da operação “Monte Carlo”, como “colaborador de organização criminosa”.

Apesar de tudo isso, Baldy não tem condenações, não figura como réu nas denúncias e é muito bem relacionado dentro e fora do Congresso Nacional.

 

.
Promessas na PF

Uma cerimônia discreta nesta manhã de segunda-feira, no Ministério da Justiça, marcou a transferência de cargo do Diretor Geral da Polícia Federal, que já havia tomado posse dias atrás.

Embora discreta, a cerimônia foi prestigiada pelo presidente Temer, pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira e pelo próximo presidente do STF, Dias Toffoli.

Em seu discurso, o novo diretor Fernando Segóvia falou em "união no combate prioritário à corrupção"; "continuidade da Lava Jato"; "independência no cumprimento do dever da corporação"; e "insenção total no combate aos crimes eleitorais, seja quais forem os partidos envolvidos".

A primeira real missão de Segóvia, porém,  será mostrar e provar a sua própria indepedência sobre os políticos que o fizeram chegar ao cargo.

.
Bolsonaro na TV

O político mais admirado e odiado atualmente no país, Jair Bolsonaro (Patriota-RJ), é o entrevistado desta noite da mesa redonda do programa Canal Livre, da Band, que teve início ha pouco.

Acabou de dizer que o governo é refém do Parlamento."O presidente não consegue se quer escalar seu próprio ministério".

E diante da pergunta de qual seria o critério para as nomeações, ele respondeu na lata:  "competência".

"Independente de cor, sexo ou religião".

"É preciso acabar a corrupção, acabar com a bandidagem, armar o cidadão de bem e ter Deus no coração", Jair Bolsonaro.

.
Novembro Azul

O câncer de próstata é a segunda maior causa de morte pela doença no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA). Só fica atrás do câncer de pulmão. No ano passado, mais de 60 mil novos casos aconteceram no país. Exatamente por isso, o mês de novembro foi o escolhido para a campanha nacional de conscientização conhecida como Novembro Azul (nas redes sociais, #NovembroAzul). Diagnosticada no início, esse tipo de câncer tem até 90% de chance de cura. 

 

A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino. Está localizada abaixo da bexiga e na frente do reto e da uretra. Em geral, o tumor nessa região cresce de forma lenta. Para se ter uma ideia, cerca de 80% dos homens com mais de 80 anos que morreram por outro problema de saúde nem sabiam que tinham a doença.

 

Essa enfermidade está fortemente relacionada à idade. Houve um nítido aumento na longevidade em território nacional. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa geral de vida no país é de 75,5 anos. Isso faz com que a incidência ds casos aumente a cada ano. É muito que homens  com menos de 45 anos tenham câncer de próstata, dividido em cnco tipos. O principal e mais comum é o adenocarcinoma, desenvolvido nas glândulas produtoras de sêmen. Os outros são  carcinoma de células pequenas e de células transicionais, sarcoma e tumores neuroendócrinos.

 

Preste atenção

 

Alguns fatores biológicos e de rotina são potenciais riscos para o surgimento do câncer de próstata. Idade avançada, genética familiar e doenças sexualmente transmissíveis (principalmente gonorreia) são alguns dos exemplos. Uma dieta rica em carne vermelha e falta de vitamina D também pode resultar em problemas na glândula.

 

Em fase inicial, o mal é assintomático (não apresenta sintomas tão claros). No entanto, se sentir algum desses sintomas, ligue o sinal de alerta:   

micção recorrente (urinar frequentemente) nictúria (aumento da frequência urinária à noite) disúria (micção dolorosa) incontinência urinária hematúria (sangue na urina)  dificuldades de ejaculação e ereção

Recomendação médica

 

O toque retal e a dosagem do PSA são dois exames simples - porém fundamentais! - para orientação e prosseguimento do diagnóstico. Se algum dos resultados apresentar alteração deve-se aprofundar a investigação a partir de ultrassonografia ou biópsia. Exames mais sofisticados, como cintilografia óssea, tomografia computadorizada e ressonância magnética existem para detectar se a neoplasia está restrita à próstata ou se acometeu também os gânglios linfáticos, pelve e outras partes do corpo.

 

Para iniciar o tratamento, é preciso classificar o câncer de próstata dentro do escore de Gleasom (de acordo com sua aparência microscópica), que vai definir o tipo de tratamento ideal.  Radioterapia, radiação externa, braquiterapia, terapia hormonal, cirurgia de remoção dos testículos, prostatectomia (retirada da próstata), quimioterapia ou uso de medicamentos que param ou bloqueiam a produção de testosterona são algumas das armas disponíveis para combater à doença.

 

Fica a dica!

 

Não custa repetir: a prevenção e o diagnóstico precoce ainda são os melhores caminhos para um bom prognóstico. Todo homem acima de 50 anos deve realizar consultas e exames específicos anualmente, checagem do PSA e exame de toque retal. Em caso de qualquer suspeita, uma biópsia do tecido prostático deve ser realizada. Pacientes com alto risco e genética familiar precisam se prevenir a partir dos 40 anos de idade. 

 

.
Trate do seu trato urinário

Já sentiu muita vontade de fazer xixi a ponto de não conseguir segurar e, ao urinar, saiu bem pouquinho? Sente ardor ao urinar? Além da dor, há sangue? Cuidado! Pode ser infecção urinária. 

 

A infecção do trato urinário é causada por microorganismos, principalmente bactérias, mas também pode ser provocada por vírus e fungos. O tipo mais comum atinge a bexiga e é conhecida como cistite. O agravamento da doença ocorre quando ela se espalha para um ou ambos os rins, ocasionando uma pielonefrite. 

 

A contaminação é mais recorrente nas mulheres e ocorre quatro vezes mais do que nos homens. A justificativa dessa diferença é anatômica. A uretra da mulher é curta - mede certa de 5cm - e completamente interna, facilitando o caminho da bactéria ao alojamento. Enquanto a masculina tem cerca de 20cm, com grande parte da extensão é externa. Além disso, a proximidade da vagina com o ânus também favorecendo o contágio.

 

 

Sinais e sintomas mais comuns

 

Disuria (dor ao urinar      Urina escura ou fétida        Dor abdominal, pélvica e lombar Incontinência urinária Febre, náuseas, entre outros

 

         

Fatores desencadeantes e causas

 

1 - Prender urina por tempo prolongado

2 - Doenças renais, como cálculos

                                                   3 - Diabetes mellitus

4 - Obesidade

5 - Baixa ingestão de líquidos

6 - Baixa imunidade

7 - Vida sexual ativa

8 - Higiene íntima incorreta nas mulheres (translocaçao de bactérias da região anal para a vagina)                 

 

 

Procedimentos para o diagnóstico

                             

EAS sumário de urina: exame simples que facilmente dá o diagnóstico de cistite ou indicativos de infecção urinária mais graves Urocultura + antibiograma: exame de alta importância para identificação da bactéria causadora e do antibiótico eficaz para o tratamento Exames de imagem: o médico pode optar por ultrassonografia das vias urinárias ou tomografia de abdômen total, caso considerá-la grave (quando está alojadas no rins evoluindo com pielonefrite)

 

 

Tratamento 

O procedimento varia de acordo com tipo de infecção, localidade, gravidade e comorbidades do paciente. Geralmente, é um tratamento simples com uso de antibióticos orais, analgésicos e boa hidratação. Caso evolua para pielonefrite, é necessário terapia injetável com antibióticos, hidratação venosa e cuidados médicos mais intensos. 

 

 

Fica a dica: mantenha uma boa hidratação diária, não prenda urina e atenção com a higiene íntima. Nos primeiros sintomas, procure um médico para coleta de um simples EAS e urocultura, o básico para um bom diagnóstico e tratamento ideal.

.
Autêntico francês

Com cerca de dois meses de funcionamento, o bistrô Le Parisien Bistrot caiu no gosto dos apreciadores da boa mesa. O lugar charmoso, num cantinho virado pra dentro da quadra 103 Norte, é, com certeza, o bistrô francês mais autêntico da cidade. Os donos são dois parisienses, Jerémy e Maxime, que estão há dois anos morando na capital. O menu da casa foi elaborado pelo chef Leandro Nunes. Ele morou na França quando estudou na famosa escola Le Cordon Bleu, obtendo o Diplôme de Cuisine. Ainda em Paris, estagiou no afamado e tradicional bistrô Café Constant. Leandro também passou pelo restaurante Noma, na Dinamarca, eleito em 2010 e 2011 o melhor do mundo. Hoje, trabalha com consultoria. No cardápio, croque monsieur, saladas, quiches, e tábuas de queijos bem interessantes para quem gosta de um lanche mais leve. Tem ainda terrines, rillettes, escargots, vols au vent de cogumelos e de boeuf bourguignon para petiscar acompanhos por uma bela taça de vinho. Para quem vai jantar, as opções de principais e sobremesas são bem tradicionais, como magret de canard (pato com molho e aligot), entrecôte au poivre vert (carne com pimenta) e poulet basquaise (sobrecoxa de frango envolta em Parma), além de outros clássicos da cozinha francesa.  O happy hour da casa está um sucesso. O clima gostoso, o movimento de gente na calçada e a decoração do lugar... Tudo remete à Cidade luz. O ambiente funciona durante à noite, sempre a partir das 18h; e aos sábados e domingos para almoço.  Crème Brûlée

 

.
Tá na moda

Você sabia que entre aquelas plantas que surgem de forma espontânea em quintais, terrenos baldios e canteiros podem haver espécies comestíveis? Pois é, são as PANC, termo criado pelo biólogo Valdely Kinupp para as Plantas Alimentícias Não Convencionais, que muitas vezes não são consumidas por falta de costume ou de conhecimento. Na alta gastronomia, elas já são utilizadas há algum tempo, por chefs renomados como Alex Atala, Helena Rizzo e Ivan Ralston. Se você se interessou e quiser saber um pouco mais sobre o assunto, no próximo dia 15 de novembro, Bruna de Oliveira, mestranda em Meio Ambiente e nutricionista e Layse Ennes, Engenheira Florestal, sócia e Diretora de Projetos na Jardim Natural, irão ministrar um curso sobre PANC - Plantas Alimentícias Não Convencionais. 

Dá pra aprender como aproveitar as PANC na gastronomia, a importância da biodiversidade alimentar e sustentabilidade, o que são as Plantas Alimentícias Não Convencionais – PANC e a importância nutricional. O evento é recomendado para pessoas de todas as idades e ocorrerá a partir 9h no Lago Norte. O investimento, incluindo almoço, é R$ 65. Inscrições: Pelo e-mail: contato@jardimnatural.com.br

.
Moda alfa

Monocromático, color block, geek chic, western… esqueça tudo! As semanas de moda, digital influencers e musas do street style só querem saber de uma coisa: alfaiataria. Direto dos anos 90, a tendência voltou com força e, lógico, carinha de renovação. Desconstruída, reconstruída, inventada e reinventada, o modismo promete ser a aposta de 2018. GPS|Moda desmistifica a novidade, e mostra como investir com a dosagem ideal de masculinidade, de forma cem por cento nova, cem por cento moderna.

 

Quem está fazendo

 

 

De Nova York a Paris, passando por Milão, sem esquecer de Londres, a nova versão da alfaiataria passou por quase todos os desfiles, se tornando desejo unânime entre as fashionistas. Seja da forma tropical apresentada por Michael Kors, sensual e crua como feita por Lanvin, ou pop colorida da maneira Prada, o antigo “terninho com camisa” ganhou uma nova gama de faces, cabendo em qualquer ocasião, e qualquer estilo.

 

Tempos modernos

 

 

Por falar em estilo, o importante é preservar o seu! Se a vontade é modernizar o modismo, o tênis entra em cena como queridinho das estilosas. T-shirts e jaquetas de couro, divertidas e ousadas, também são opções que ajudam a equilibrar a seriedade das peças de alfaiataria.

 

Com graça

 

 

Já se o clássico não soa tão ruim, a estética minimalista também não é de se jogar fora. Ao primeiro olhar, a composição pode parecer demasiado séria, corporativa, “coisa de advogado”, mas as cores sóbrias e cortes retos também possuem seu charme. Fazendo referência ao calote masculino, a ideia de terno e gravata ganha mais bossa com a adição de estampas a acessórios femininos, como braceletes, brincos e óculos de sol no melhor estilo madame.

 

Pode inventar

 

 

A camisaria também está incluída na tendência, e tem feito sucesso nas vitrines brasileiras - e, claro, entre as fashionistas nacionais e “gringas”. Revisitando as clássicas listras em tons de azul e branco, o formato clássico de camisa, que estava jogado no limbo dos guarda-roupas, retornou com muita força e cara nova. O impotante é ousar! Novos shapes, formatos e cores compõem os looks de Helena Bordon, Chiara Ferrangi e Olivia Palermo.

 

 

Cor sem dor

 

 

Um corte clássico, e uma explosão de cor! Duvida que a mistura possa dar certo? A moda de rua já provou que apostar em composições monocromáticas é uma ótima maneira de não apenas modernizar, mas também de dar um toque de humor à seriedade da produção.

 

Jeitinho brasileiro

 

 

No calor de 40 graus em que o Brasil se encontra na maior parte do tempo, uma ótima maneira de adaptar a tendência ao clima tropical, é trocando as calças e blazers por shorts e saias. Tecidos leves como crepe de seda e algodão também são ótimos aliados das altas temperaturas.

.
Traço russo

Russia, Inglaterra, Brasília, Rio - uma mistura nada óbvia, mas muito frutífera. O sucesso da marca Ayva, trabalho da russa radicada em Brasília, Inna Mozorova, ultrapassou as barreiras da capital. Na Cidade Maravilhosa, a carioca Bebel Schmidt se encantou pelas bolsas desenhadas a mão, típicas da terra gelada, e desenvolveu, em parceria com a empresária europeia, uma coleção exclusiva. A linha, que conta com 14 bags, foi apresentada na última terça-feira, 14, no Rio de Janeiro. Batizada de B.Label, a marca que carrega a empreitada é o novo projeto pop up da loira, ícone de branding na capital carioca.

 

A Inglaterra entra na história por inspiração - Margaret Mee, artista botânica britânica renomada por seu estudo da flora brasileira, foi ponto de partida para desenvolver a coleção. Agregando à estética natural, a tendência fashion dos bugs, muito presente nas últimas coleções das italianas Gucci e Dolce & Gabbana, fecha a gama de referências que compuseram a linha de acessórios.

 

O êxito foi tanto que, em menos de uma semana, a coleção se esgotou. Mas não há motivo de choro! O sócio Daniel Leite garante que vem “bis” por aí. A coleção Flores, Frutos e Pássaros já está sendo requisitada no mercado catarinense, e promete repetir o triunfo da primogênita. Skavuska!

 

 

.
Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br